Seção de atalhos e links de acessibilidade

Ênfase da campanha é divulgação de opiniões e atividades quanto à lei para amparar as mulheres vítimas de violência

Nobres conclui atividades que elevam nível de conscientização quanto ao Agosto Lilás


Publicado em: 01 de Setembro de 2022

Autor: ASCOM/PMNBS/Benedito F. de Souza

Fonte: ASCOM/PMNBS/CRAS/CREAS


Data: 01 de Setembro de 2022

Autor: ASCOM/PMNBS/Benedito F. de Souza

Fonte: ASCOM/PMNBS/CRAS/CREAS


Legenda: Autoridades que integraram o dispositivo de honra
Autor da Foto: ASCOM/PMNBS/André Luiz Godoy

As ações colocadas em prática através da Secretaria Municipal de Assistência e o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) foram em forma de convites e ofícios para a realização de palestra sobre a necessidade de alertar a população e ao mesmo tempo divulgas a proposta de conscientização pelo rádio.

Convites foram disponibilizados às famílias, panfletos trazendo informações sobre o tema foram distribuídos. Autoridades foram convidadas para expressar opiniões abalizadas em palestras sobre o Agosto Lilás que é uma campanha realizada anualmente, durante o mês de agosto, visando alertar quanto à data de criação da Lei Maria da Penha. A participação de autoridades junto à comunidade tem o objetivo de sensibilizar a sociedade para o fim da violência contra mulheres.

Agosto Lilás é uma referência criada após a validação da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/2006), em vigor desde o dia 7 de agosto de 2.006, cuja referência é o “Agosto Lilás”, com foco sobre a lei que foi criada para amparar as mulheres vítimas de violência, seja ela física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial.

Dados compilados por autoridades policiais e judiciárias apontam que a violência contra a mulher afeta mulheres de todas as classes sociais, idades, nível de escolaridade, raça e religiões em todo o território nacional. Esses apontamentos revelam que se trata de uma realidade recorrente em casa, entre pessoas da família ou entre pessoas que mantenham relações íntimas de afeto, mesmo sem a convivência sob o mesmo teto.

E o mais estarrecedor é que o agressor é pessoa do convívio, podendo ser o marido, namorado ou ainda o pai, irmão, tio, avô. Mas a violência também pode vir de outra mulher, como a mãe, sogra ou cunhada.

Enfim, esse encontro realizado no dia 26 de agosto, desde às 09:00 horas da manhã no pátio da Feira do Produtor foi pontuado pelas presenças das principais autoridades locais, entre estes o promotor público Willian Ogama Oguido, delegado de Polícia Rogério Gomes, além das autoridades administrativas tais como o prefeito municipal Leocir Hanel, a primeira dama Maria Cecília Botini Hanel, secretários municipais, técnicos da área social e o policial militar, soldado Hornes, que integrou o dispositivo de honra.

A secretária municipal de Assistência Social, Maria Cecília abriu o ciclo de palestras quanto ao Agosto Lilás, enquanto que o prefeito Leocir Hanel assinalou como muito positivas as informações trazidas ao público e divulgadas durante a campanha.

Para o delegado Rogério Gomes, da Polícia Judiciária Civil, a conscientização ainda é a solução mais imediata para evitar os abusos. O promotor público Willian Ogama Oguido, o Ministério Público está sempre atento para as medidas de urgência que se apresentem e uma campanha de conscientização é sempre positiva.

 

Palestra Atividades Alerta