Neste dia 30/10, acontece a 2.ª Campanha contra o câncer de colo de útero
A realização do exame é a principal saída na prevenção da doença antes que ela se instale na mulher
Publicado em: 27/10/2021 ás 10:01:00 Autor: ASCOM/PMNBS/Benedito F. de Souza Fonte: ASCOM/PMNBS/Sec. Saúde

Está prevista para o dia 30 de outubro (sábado), a 2.ª Campanha de Combate ao câncer de colo de útero que acontece com a realização da coleta de exame preventivo 2021. O anúncio é da Coordenadoria de Atenção Básica.

Os exames preventivos estão previstos para serem realizados no dia 30 de outubro de 2021, neste sábado, das 08:00 às 16:30 horas, em todas as unidades de saúde da área urbana, ou seja, no Jardim Glória, Jardim Petrópolis, São José e na Unidade Central de Saúde, localizada na área central da cidade.

É importante ressaltar, é uma das campanhas com a necessidade de participação efetiva de mulheres com idade acima dos 25 anos. O câncer de colo de útero, segundo dados fornecidos pelo setor de saúde pública, é a segunda maior causa de morte de mulheres por tumor no mundo. As campanhas preventivas realizadas indicam que a doença esteja diminuindo, mas o câncer de colo de útero ainda está entre as enfermidades que mais atingem as mulheres e levam a óbito no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de mama.

Outro dado interessante revelado é que, felizmente, os números mostram que 44% dos casos diagnosticados no País são de lesão “in situ”, precursora do câncer, mas que se apresenta restrita ao colo e sem as características de ser maligna. Esses dados são esclarecedores e apontam que, nessa fase a doença pode ser curada em quase toda a totalidade de casos, conforme menciona a informação da Coordenadoria de Atenção Básica.

O câncer de colo de útero também é conhecido como câncer cervical e trata-se de uma doença de evolução lenta que acomete, sobretudo, mulheres com idade acima dos 25 anos. A causa principal desse tipo de câncer que acomete a mulher é através do papilomavírus humano, cuja sigla é o HPV.

O HPV chega através do início precoce da atividade sexual, com a atividade sexual intensa, com múltiplos parceiros sexuais ou aqueles parceiros com vida sexual promíscua. A baixa imunidade é uma das formas de contração da doença, o cigarro e ainda as más condições de higiene.

Em seu início, o câncer de colo de útero não é sentido e quando os sintomas começam a aparecer, os mais notáveis são: sangramento vaginal, especialmente depois das relações sexuais, no intervalo entre as menstruações ou após a menopausa; em caso de corrimento vaginal, a chamada leucorréia, que apresenta cor escura e com mau cheiro.

De outra forma, quando a doença apresenta-se em estágio avançado, os sinais que podem aparecer é massa palpável do colo de útero, as hemorragias, a obstrução das vias urinárias e intestinos; as dores lombares e abdominais e ainda perda de apetite e de peso.

A recomendação é a de que a avaliação ginecológica, o exame citopatológico de Papanicolau (CCO), quando realizados, regular e periodicamente, “são recursos essenciais para o diagnóstico do câncer de colo de útero”, de acordo com o Coordenador de Atenção Básica, Lázaro Alves Dias.

Conforme dados informados, através desse exame é que está a principal estratégia para prevenção e diagnóstico precoce da neoplasia maligna do colo de útero. Quando as chamadas primeiras lesões aparecem. Exatamente aquelas que surgem antes da doença instalada, se descobertas, as chances de cura do quadro são de 100%.

E para complementar as informações, vale ressaltar que na fase da doença em que nenhum sintoma é registrado, o rastreamento realizado por meio do exame Papanicolau permite detectar a existência de alterações celulares características da infecção pelo HPV ou qualquer lesão com evidências de pré-malignidade, conforme Alves Dias divulga para conhecimento do público, notadamente aquele alvo, que são as mulheres que tenham entre 25 e 59 anos de idade.

Para a realização do exame, é importante lembrar que a mulher não esteja em seu período pré-menstrual e pede-se que não use creme e o óvulo vaginal; não devendo utilizar ducha na região e não fazer lavagem interna. E recomenda-se, ainda que se tenha realizado exame ginecológico com toque, ultrassonografia transvaginal ou ressonância magnética da pelve; não manter relações sexuais, com ou sem uso de preservativo.

E mais importante ainda, não é só realizar o exame, mas apresentá-lo ao médico.  

É necessário informar novamente, o CCO será colhido em todos os postos de saúde (Unidades Básicas de Saúde – Jardim Glória, Jardim Petrópolis, São José) e Posto Central no dia 30 de outubro, das 08:00 às 16:30 horas. Vá e faça a sua parte, permitindo que a saúde municipal também ajude na sua saúde.

A Campanha de Combate ao câncer de colo de útero é realizada com a coleta de exame preventivo e a Secretaria Municipal de Saúde coloca as equipes em plena atividade nesse dia para que os resultados sejam alcançados no que se refere à coleta para exame preventivo.