ASPECTOS SÓCIO-ECONÔMICOS DE NOBRES

O município de Nobres experimenta crescente desenvolvimento no setor primário, graças á participação do município na cadeia produtiva do agronegócio ao longo das margens da MT-240 e ainda a participação da piscicultura com a produção e distribuição de alevinos e de peixes para consumo interno e comercialização no mercado externo (intermunicipal). Na agricultura familiar, o município produz uma gama de produtos que incluem banana, abacaxi, manga, coco, maracujá, laranja melancia e outros.

A criação de ovinos, bovinos e caprinos também integra a economia do município.

No setor secundário, as empresas estabelecidas em Nobres industrializam e exportam em larga escala a produção mineral que alimenta o agronegócio através do calcário em suas diferentes variações, desde o dolomítico, agrícola e da indústria cimenteira, de cal, gesso e brita.

Além destes, está em expansão à atividade metalúrgica, de madeira, mobiliários, químicas, de perfumarias e comercial, gerando emprego e renda ao município.

Já no setor terciário, os estabelecimentos comerciais, apesar da crise econômica subsistem, no ramo de gêneros alimentícios, ferragens, materiais de construção, elétrico, de comunicação, eletro eletrônico, de informática, entre outros.

Na prestação de serviços, vale destacar o avanço de restaurantes, lanchonetes, padarias, pousadas, escritórios contábeis, imobiliárias, construtoras, transportadoras coletivas e de cargas; agências de viagem para o turismo; oficinas mecânicas e autoelétricas; clínicas odontológicas; clínicas médicas; hospital privado; escritórios de advocacia; postos de gasolina; escolas privadas; rede bancária; de informática e atividades comerciais diversas.

Mas o município de Nobres está se fortalecendo como uma potência na atividade turística através das visitações turísticas aos mais belos ambientes naturais de Mato Grosso, no âmbito do PA Coqueiral/Quebó.

Mas esse processo de desenvolvimento das atividades turísticas estão acontecendo graças a posições assumidas pelos representantes do “trade turístico” em termos de organização, com a criação de conselhos correlatos, de entrelaçamento entre turismo, cultura, folclore e produção artesanal e mesmo as ações de governo nas mais diversas esferas, voltadas para a melhoria da infraestrutura viária.

No município de Nobres estão localizados atrativos que vão de cachoeiras, cavernas, sítios arqueológicos, portos pesqueiros, locais de mergulho, passeios, trilhas em serra e locais para banhos.

Assim é Nobres, assim está o município de Nobres, com uma área de cerca de 37.000 hectares, pertencente às comunidades indígenas da etnia bakairi nas aldeias de Santana e Nova Canaã.

Fonte: A História do Município de Nobres, de autoria de Wagner Teixeira Florentino e ASCOM/PMNBS.